Os Invisíveis Natal RN

Início/Os Invisiveis Natal RN

Os Invisíveis Natal RN

Criado em 01/02/2022/Ativo desde 01/02/2022
A HELPER – Ajuda Filantrópica, é uma startup de teor 100% social, com a proposta de ajuda ao Terceiro Setor em todas as suas vertentes ou categorias, sendo o elo entre a Filantropia/Caridade e o Comércio Eletrônico nacional, algo NUNCA visto antes. Fazemos a conversão de parte dos valores do Marketing e da Publicidade de Grandes Lojas Parceiras, colocando à disposição para a DOAÇÃO à Instituições, Grupos ou Projetos Individuais que aliviem as dores da Causa Humana, Causa Animal e Biodiversidade; assim como também para pessoas em franco estado de vulnerabilidade de saúde ou social. SEM CUSTO/DESCONTO ALGUM. A HELPER facilita a integração da Sociedade Civil, do Terceiro Setor e do Comércio Eletrônico. Visite http://www.helper.ong.br e saiba mais.

Algumas de nossas fotos

First slide
First slide
First slide
First slide
First slide
First slide
First slide
First slide
First slide

Como a Helper ajuda as instituições

Os Invisíveis Natal RN

Nossa chave PIX: 84 99962-5740

Descrição

Arrecadamos doações através de campanhas no Instagram do projeto e dos voluntários - Posts, vídeos e lives. Arrecadamos doações através de listas de transmissão no Whatsapp do projeto e dos voluntários. Arrecadamos doações através de convites para a divulgação do projeto em programas locais de rádios e tvs. Durante a semana, de segunda a sexta-feira arrecadamos doações de alimentos. No sábado cozinhamos o dia inteiro. No domingo na parte da manhã terminamos o cozimento. Por volta das 10h30 começamos a montagem das marmitas e cada marmita tem um peso médio de 750grs e as 13h00 saímos para a distribuição. A distribuição termina por volta das 16h30. Todos os domingos distribuímos 200 marmitas, 80 a 100 sanduíches e 240 águas minerais. Na segunda-feira é feita a limpeza geral na sede do projeto. No ano de 2021 batemos mais de 12.000 (doze mil) refeições entregues. Parte da doação que vem em espécie é utilizada para fazer compras em atacados, complementando as doações de alimentos e principalmente para comprar a proteína, que é a parte mais cara e difícil de conseguir todas as semanas. Parte da doação que vem em espécie é utilizado para pagar o aluguel da casa, contas de água, luz, telefone, internet, auxiliar de limpeza, IPTU, ração e veterinário da mascote do projeto, uma cadelinha (adotada de outro projeto de ajuda a animais abandonados) chamada Botinha, manutenção da nossa horta (terra vegetal, húmus, adubo, sementes e ferramentas) e combustível dos veículos de voluntários utilizados para recolher e distribuir as doações. O projeto recebe doação de todo o gás para a produção. O projeto recebe doações em sua sede de roupas masculinas, femininas, infantis, cama e banho. Montamos kits e distribuímos. O projeto recebe doações em sua sede de produtos de higiene. Montamos kits e distribuímos. O projeto faz campanhas de leite para as crianças. Recebe as doações, monta os kits e entrega. Durante o auge da pandemia fizemos muitas distribuições de máscaras e álcool.


O que fazemos?

Levamos alimento quente, fresco e saudável para os moradores em situação de rua, população absolutamente vulnerável, através de doações de alimentos arrecadados. Todo alimento é preparado e cozido em nossa cozinha semi-industrial.Distribuímos junto com as refeições aproximadamente 50 litros de chás que pode ser de: Capim Santo, Erva Doce, Erva Cidreira, Cidrona ou Boldo e todos produzinos em nossa horta orgânica.Fazemos campanhas de arrecadação e distribuímos roupas masculinas, femininas, infantis, cama e banho. É feito a triagem nas roupas, são lavadas, separadas por tamanhos e distribuídas através de kits. Fazemos campanhas de arrecadação e distribuímos kits de higiene. O kit é básico com sabonete, pasta de dente, escova de dente, aparelho de barba e depilação e absorvente.Fazemos ações sazonais e pontuais nos dias dos pais, dia das mães, pascoa, dia das crianças e Natal.Fazemos campanhas pontuais de arrecadação de chinelos.Fazemos campanhas pontuais de arrecadação de agasalhos.Fazemos campanhas pontuais de arrecadação de cestas básicas.Fazemos campanhas pontuais de arrecadação de brinquedos.Atendemos pelo menos 5 demandas individuais por semana e entre alguns itens que nos são pedidos temos: remédios (na sua maioria analgésicos e pomadas para os mais diversos tipos de micoses e não necessitam de receita médica), fraldas geriátricas, muletas, roupas extra grandes para pessoas obesas, bicicletas (para o cidadão trabalhar com entrega), carrinhos de mão (para o cidadão poder trabalhar em feiras livres fazendo carreto e/ou em construções), entre outros.


Nossas necessidades

As nossas maiores necessidades e que nos causam uma grande dificuldade operacional para realizarmos as ações, é sem margem de dúvidas a falta dos veículos. Dentro da logística do projeto, precisamos de uma moto 250cc, tipo fora de estrada, que é uma moto mais alta e com a suspensão reforçada, suportando mais peso de carga no baú, pois buscamos doações em toda a cidade do Natal e na Grande Natal, que engloba pequenas cidades vizinhas e satélites e também em municípios a até 100km da capital, daí a importância de um equipamento mais robusto, permitindo maior capacidade de carga e maior segurança na condução e a nossa escolha é uma Yamaha Teneré e/ou similar. A moto atenderá as demandas de recolhimento das doações diariamente e durante a semana, pois é um veículo econômico, o que é essencial para um projeto social que ainda não é auto sustentável e muito ágil. Necessitamos de um veículo utilitário e com caçamba fechada, permitindo manter a temperatura das refeições por mais tempo e não importando se faz sol ou chuva e o Renault Duster é o nosso escolhido, por ser econômico, ter abertura de porta lateral e traseira. Duas portas agiliza e facilita a logística de montagem e distribuição das doações, pois além da refeição servimos sanduíches e águas. Os veículos não tem necessidade de serem 0 KM, basta estarem conservados, revisados e com seguro em dia. Todas as semanas é uma tremenda dificuldade fazer a logística de compras (atacadões e Ceasa), a logística de coleta e de distribuição das doações com veículos de terceiros. Atrasa muito todos os procedimentos, visto que dependemos dos horários livres dos voluntários para suprirmos nossas demandas de transporte. Estamos precisando de uma geladeira grande, pois a que dispomos não atende mais as necessidades de armazenamento da quantidade de alimentos processados. Estamos usando a geladeira que eu tinha na minha casa quando iniciamos o projeto.


Como usamos nossas Doações

Recebemos doações de alimentos, cozinhamos e distribuímos em vários locais da cidade do Natal. Atendemos mais de 1000 pessoas mês. Recebemos a doação do gás de cozinha utilizado para o cozimento mensal. As doações em espécie usamos para pagar o aluguel do imóvel, água, luz, telefone, internet, limpeza da sede, insumos para a nossa horta, cuidados veterinários e ração para a nossa mascote e todos os matérias de limpeza. As doações em espécie usamos para pagar a gasolina para abastecer os carros de voluntários que ajudam na arrecadação e distribuição dos alimentos. Como o projeto não tem veículo próprio, usamos parte das doações para deslocamentos em Uber, fazendo a coleta de doações e supermercados. Recebemos doações de cestas básicas e distribuímos em comunidades que tem cozinhas coletivas e solidarias. Recebemos também roupas masculinas, infantis, femininas, cama e banho e fazemos a triagem, separamos, lavamos e distribuímos. Recebemos doações de materiais de higiene: sabonetes, pastas de dentes, escovas de dentes, aparelhos de barba e depilação e absorventes e montamos os kits e distribuímos. Fazemos campanha de leite em pó pra crianças e distribuímos. Fazemos eventos sazonais junto aos moradores em situação de rua como Pascoa, dia das mães e dos pais, dia das crianças e Natal. Fazemos campanhas de arrecadamento de lonas (banners) junto a empresas do comércio em Natal/RN, para doarmos para os moradores em situação de rua reforçarem as coberturas de seus barracos. Fazemos campanhas de doação de chinelos. Fazemos campanha de doação de brinquedos.


Como e quando surgimos?

Tudo começou no domingo de Páscoa, 12/04/2020, mesmo sem trabalho, pois sou cozinheiro e devido a pandemia havia fechado o meu food truck já tinha 3 meses, juntei o que tinha na dispensa e na geladeira e consegui preparar 20 marmitas, com comida fresca e bem quente (cada marmita com peso médio de 800 gramas). Ao chegar no local escolhido para a distribuição, centro da cidade, fiquei surpreso e chocado com a realidade que vi nas ruas, e foram muitos os depoimentos de pessoas que não comiam a 2, 3 dias. Jamais esquecerei cada olhar de gratidão e felicidade dos famintos ao receberem uma comida feita com amor e carinho e ingredientes de primeira qualidade. À partir dessa dose de realidade, decidi que iria cozinhar para os mais vulneráveis e nasceu o projeto: Os Invisíveis Natal RN. Cabe aqui explicar o porquê da escolha do Domingo. Aos domingos, as pessoas em situação de rua já jejuavam, pois o comercio não abre nesse dia no centro da cidade, e eles não tinham a quem pedir restos e sobras de comida e nem esmolas. Durante o auge da pandemia a cidade estava completamente fechada e deserta, devido á quarentena, e eles, os moradores em situação de rua estavam completamente abandonados à própria sorte, por isso e depois dessa ação inicial, o dia oficial em que distribuímos o alimento é aos domingos. Quando fazemos a distribuição, procuramos e buscamos aqueles invisíveis mesmo, miseráveis, abandonados e sem nenhum apoio e nenhuma assistência municipal, estadual, federal, Ongs ou quaisquer outras entidades.


Nossos objetivos

A proposta é que nos 4 primeiros anos do projeto seremos um grupo assistencialista, levando um alimento quente, fresco e saudável para uma população vulnerável. Esse período entendemos ser necessário para implementarmos a nossa proposta, nos ambientar e descortinar o mundo dos moradores em situação de rua, nos permitindo criar uma logística de público e localizações onde trabalharemos, nos preparando para o passo seguinte de nossa estratégia que é deixar de ser um projeto assistencialista e ser um projeto de inclusão. Passado esse período e com ajuda do poder público, parcerias firmadas como o Sebrae e fidelização de doadores, o objetivo será montar um restaurante escola, com o funcionamento gerido por ex moradores em situação de rua e administrado pela equipe de gerenciamento do projeto Os Invisíveis. É aqui que o projeto deixa de ser assistencialista e passa a ser de inclusão, pois vai gerar renda, habilitar uma formação e retirar o morador da rua. O projeto prevê dormitório para essas pessoas, até que consigam firmar-se na profissão, terem renda e buscarem um imóvel para morarem. Serão oferecidos oportunidades de aprendizado nas seguintes funções: Auxiliar de limpeza, Cumim, Garçom, Auxiliar de compras, Estoquista, Auxiliar geral, Auxiliar de cozinha, Cozinheiro, Caixa e Gerente. A proposta na parte nutricional é fazer uma parceria com a UFRN. A proposta é que o imóvel seja cedido pelo poder público, de preferência no centro da cidade, onde essas pessoas produzirão uma refeição saudável e comercializarão esse alimento por um preço popular, tornando o projeto do restaurante escola auto sustentável, oferecendo alimento com preço acessível para a população em situação de rua e a população de baixa renda. A proposta é renovar o quadro de alunos através de rodizio, possibilitando sempre a oportunidade de inclusão de novos moradores em situação de rua ao aprendizado de uma profissão, habilitando-os e permitindo através do ensino e do trabalho, a deixarem as ruas.


Importância do nosso trabalho

Eu penso que a maior importância do nosso trabalho é dar visibilidade aos invisíveis. É enxerga-lo, é ouvi-lo, é tentar minimizar esse distanciamento social, permitindo que pelo menos 4 dias ao mês, esse cidadão miserável e desamparado, vai alimentar-se muito bem. Ele receberá um alimento quente, fresco, saudável e que foi preparado com muitos cuidados e muito amor, o que causará nele uma baita sensação de acolhimento. Todos os alimentos processados e cozidos por nós, são muito elaborados antes de irem para a panela. A ideia é sempre ter uma refeição com sabor de comida caseira, sabor de casa. Mesmo cozinhando em grandes quantidades, o objetivo é que seja uma comida reforçada e rica em temperos, em cheiros, e tenha proteínas e vitaminas, atendendo as demandas de um corpo sofrido e desnutrido. A refeição sempre tem como base o arroz, feijão, legumes e proteína. Cada marmita tem o peso médio de 750 grs. Como cozinheiro penso que precisamos começar a comer o alimento com os olhos, por isso todas as nossas marmitas são decoradas com folhas de temperos frescos da nossa horta orgânica: Manjericão, Alecrim ou loro. Uma vez a cada 2 meses servimos uma macarronada à bolonhesa que faz o maior sucesso entre os moradores em situação de rua. Outra ação muito importante é que esse cidadão e dentro da nossa proposta ainda vai poder fazer sua higiene pessoal através dos kits de higiene e roupas limpas que distribuímos uma vez ao mês, elevando a autoestima. E por último e não menos importante é demostrar absoluto respeito pela história de cada pessoa atendida pelo projeto.


Nossa visão de futuro

Se eu falasse aqui que gostaria de acabar com a fome no mundo, sei que além de utópico seria mais do mesmo. Mas a minha visão de futuro e a visão para o projeto que vislumbro, me permite pensar e acreditar que com as ferramentas certas, com parcerias ativas, com consultorias, mentorias e estratégias bem elaboradas entre a iniciativa privada, o poder público, profissionais liberais de diversos seguimentos, universidades e voluntariado, poderemos envolver todos na mesma sintonia, sinergia, dedicação e realizar todas as propostas em comum, viabilizando assim a inclusão que esse projeto propõe para o futuro e retirar das ruas muitos moradores através da capacitação profissional e intelectual. E ai além da fome saciada, teremos cidadãos saciando o saber e o conhecimento.


Nossos valores

Servir um alimento quente, fresco e saudável. **Respeitar o próximo e ama-lo como a nós mesmos. **Cuidar e zelar pela sede do projeto como se fosse a nossa casa. **Cuidar e zelar da nossa horta para obtermos os benefícios dos temperos orgânicos e a produção de chás. **Manter a nossa mascote sempre saudável e coberta de amor. **Transparência absoluta com a administração das doações. **Empenharmo-nos para atingir nossos objetivos e nossa visão de futuro. **Mantermo-nos íntegros dentro da caridade. **Que as nossas ações honrem e glorifiquem o nome de Deus.


Nossos Gestores, Técnicos e Voluntários

Márcio Faria Miguel - Idealizador, Coordenador e CozinheiroMychelle Magali – Voluntária / Gerente / assistente de web designerAlbertina Maria - VoluntáriaAna Maria santos Oliveira – Voluntária / Auxiliar de limpezaAnne Noemi França Miranda - VoluntáriaBeatriz da Silva Santana de Menezes- VoluntáriaCarlos Rodrigues Macedo Costa – Voluntário / Mestre de obrasDanielle Cristine Pinheiro Pontes - VoluntáriaDavinci Niella de Souza Sales – VoluntáriaDiego Platiny – VoluntárioEmanuele Ferreira – VoluntáriaFelipe Augusto de Oliveira – Voluntário / MotoristaIrina Wanderlei – Voluntária / Motorista / Suporte CozinhaJoão Paulo Mantovani - VoluntárioKarla Ramos Donida - VoluntáriaLuciana Caputo - VoluntáriaMarcelo Silva – Voluntário / FotógrafoMichael Jefferson Torquato Dantas de lima - VoluntárioSilvia Regina Rodrigues - VoluntáriaTatiane Gomes Pereira Oliveira - VoluntáriaThayse Pequeno – Voluntária / MotoristaWadson Alessandro Simplicio Silva - Voluntária


Projetos futuros

Deixar de ser um projeto assistencialista e ser um projeto de inclusão. Parcerias com o Poder Público, Sebrae e fidelização de doadores, com objetivo de montar um restaurante escola, com o funcionamento gerido por ex moradores em situação de rua e administrado pela equipe de gerenciamento do projeto Os Invisíveis. O projeto deixará de ser assistencialista e passará a ser de inclusão, gerando renda, habilitando formação e retirando o morador da rua. Ofereceremos oportunidades de aprendizado nas seguintes funções: Auxiliar de limpeza, Cumim, Garçom, Auxiliar de compras, Estoquista, Auxiliar geral, Auxiliar de Cozinha, Cozinheiro, Caixa e Gerente. A proposta na parte nutricional é fazer uma parceria com a UFRN, que ficara responsável pela elaboração dos cardápios e por parte do treinamento das pessoas. O restante do treinamento será ofertado pelo Sebrae e com acompanhamento e supervisão da equipe administrativa dos Invisíveis. A proposta é que o imóvel seja cedido pelo poder público, de preferência no centro da cidade, onde essas pessoas produzirão uma refeição saudável e comercializarão esse alimento com preço popular, tornando o projeto do restaurante escola auto sustentável, oferecendo alimento com preço acessível para a população em situação de rua e a população de baixa renda. A proposta é renovar o quadro de alunos através de rodizio, possibilitando sempre a oportunidade de inclusão de novos moradores em situação de rua ao aprendizado de uma profissão, habilitando-os e permitindo através do ensino e do trabalho, a deixarem as ruas. Como suporte inicial está previsto no prédio um dormitório, lavanderia e banheiros até que consigam firmar-se na profissão, terem renda e buscarem um imóvel para morarem. Um dos objetivos do projeto é que, à partir do momento em que a pessoa aprenda e se desenvolva na profissão, buscaremos com os parceiros uma colocação no mercado desse cidadão, abrindo vaga no projeto e criando um rodizio para novos moradores em situação de rua.


Voluntários: 20


Atendidos pela Instituicao: 12000

Amigos e Contribuintes

Mensagens

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Platea dictumst quisque sagittis purus. Turpis in eu mi bibendum neque. Quam nulla porttitor massa id neque aliquam vestibulum morbi blandit. Scelerisque felis imperdiet proin fermentum. Volutpat odio facilisis mauris sit amet massa vitae tortor condimentum. Egestas egestas fringilla phasellus faucibus scelerisque eleifend donec pretium. Mi in nulla posuere sollicitudin aliquam. Eget nulla facilisi etiam dignissim. Amet commodo nulla facilisi nullam vehicula ipsum a arcu. Consectetur a erat nam at lectus urna duis convallis. Molestie a iaculis

Erat pellentesque. Sit amet nisl suscipit adipiscing bibendum est ultricies integer quis. Elementum pulvinar etiam non quam. Etiam tempor orci eu lobortis elementum nibh tellus. Elit sed vulputate mi sit. Laoreet non curabitur gravida arcu ac tortor dignissim convallis. Egestas sed sed risus pretium quam. Posuere lorem ipsum dolor sit.

Nome da Instituição
Os Invisíveis Natal RN
Gestor/Responsável
Márcio Faria Miguel
Endereço da Instituição
Rua Praia de Maracajaú nº 8885 Natal - RN
Telefone Fixo da Instituição
(84) 99962-5740
Whataspp da Instituição
(84) 99962-5740
Dados Bancários
Banco: NuBank | Conta: 56048485-3 | Agência: 0001
E-mail da Instituição
marciofariami@gmail.com
Redes Sociais da Instituição
Data de fundação da Instituição
12/04/2020
Categorias
Abandono, Combate à Fome, Combate à Pobreza, Moradores de Rua
Favoritos
1


ONGs Relacionadas

Políticas HELPER
Olá Usuário, seja bem-vindo à Plataforma Helper.

A Helper – Ajuda Filantrópica, coloca à disposição para a completa leitura os seus Termos de Uso da Plataforma, assim como sua Política de Privacidade, as Regras de Caschback Filantrópico para as Instituições e as Regras de Caschback Filantrópico para as Pessoas Físicas.

É muito importante que você leia atentamente todos os documentos citados acima, por estes estabelecerem a relação, direitos e obrigações entre a Plataforma Helper, seus Usuários e Parceiros.

Concordando com todos os nossos Termos de Uso, clique em ACEITAR os Termos e Políticas da Plataforma Helper para continuar utilizando os benefícios da Helper – Ajuda Filantrópica. Clicando em “ACEITAR”, você concorda e consente os todos os Termos acima.

Ressaltamos que todos os dados aqui coletados são regulados pela nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Nossas Políticas seguem as normas Nacionais e Internacionais de Proteção de dados pessoais reguladas pela LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e GDPR (General Data Protection Regulation).

É a hora da ajuda coletiva, o Terceiro Setor agradece a sua sensibilidade e ajuda.